Entenda agora como a nota da redação do ENEM é calculada!

6 minutos para ler

Quando o assunto é ENEM, sabemos que cada ponto é valioso e que a parte discursiva da prova tem caráter decisivo. Por isso, entender a nota da redação do ENEM é uma ótima estratégia para fortalecer os requisitos mais interessantes no exame em sua rotina de estudos.

Quer saber mais sobre como a nota da redação do ENEM funciona? Acompanhe este artigo!

Importância de investir em uma boa redação no ENEM

Cada uma das competências avaliadas pela nota da redação no ENEM é considerada de acordo com uma escala de cinco níveis, que vão de zero a duzentos pontos. Assim, uma redação que atende a todos os requisitos com a pontuação máxima será uma redação nota 1000

Por mais que pareça um sonho impossível, o desejo de uma nota mil não é tão improvável assim. O histórico de redações nota mil comprova que o candidato que conhece a prova e investe em uma boa redação consegue a pontuação máxima.

O peso da pontuação da redação no resultado do ENEM é muito relevante. Ela equivale a 20% do resultado final do candidato. Como podemos perceber, manter o foco em fazer uma boa redação é essencial. 

Competências

As redações do ENEM são avaliadas sobre cinco diferentes prismas temáticos. A ideia é verificar as habilidades práticas do estudante em cinco grandes núcleos de conhecimento necessários para um bom desempenho dissertativo. Veja a seguir quais são as competências e o que considerar para se sair bem em cada uma delas!

Domínio da norma culta

A primeira competência exige que o candidato seja capaz de demonstrar habilidades no uso da língua portuguesa na norma culta. Isso significa uma aplicação das regras formais do português.

Trata-se de uma competência que desconta pontos com bastante facilidade. Erros de vocabulário, ortografia e aplicação das normas gramaticais feitos de forma incorreta implicam a queda do nível do candidato.

Para saber escrever melhor em norma culta é importante tomar as seguintes iniciativas:

  • ler bastante conteúdo escrito em norma culta, como livros, jornais e revistas;
  • estudar gramática e língua portuguesa, prestando atenção às normas de ortografia vigentes, aos erros mais comuns e buscando estratégias para corrigir e evitar deslizes;
  • escrever redações, submetendo o conteúdo para a avaliação de um professor.

Compreensão da proposta

A segunda habilidade exigida no ENEM é a capacidade de compreender a proposta de redação, aplicando conceitos das áreas de conhecimento envolvidas no caso, dentro de um contexto de dissertação argumentativa. Traduzindo, quer dizer saber fazer uma redação que se encaixa na proposta do enunciado e ter relação com as informações apresentadas.

Nesse quesito, o avaliador vai analisar se seu texto faz sentido e se é um resultado direto do enunciado e dos materiais de apoio. Também vai avaliar o uso da estrutura dissertativa (introdução, desenvolvimento e conclusão, com proposta de intervenção).

Concatenação de ideias para a defesa de um ponto de vista

No terceiro quesito, a competência tem a ver com saber selecionar, relacionar e organizar as informações, fatos e opiniões, em prol da defesa de um ponto de vista. Assim, seu texto deve iniciar-se expondo de forma organizada as ideias e discussões sobre o tema e a conclusão deve surgir desse debate, com o devido encadeamento de ideias.

Atingirá a pontuação máxima o candidato que conseguir fazer com que todo o texto faça sentido e que caminhe para a conclusão desejada. Se a conclusão não “conversa” com o resto do texto, provavelmente haverá pontuação baixa nessa competência.

Construção da argumentação com mecanismos linguísticos

Na quarta competência da redação do ENEM, o avaliador confere se o aluno tratou do tema com coesão. Essa fluidez do texto é obtida com o uso de conectivos, como conjunções, advérbios, locuções e preposições. 

Quando o texto é bem configurado, o leitor consegue uma experiência agradável e absorve bem as ideias contidas na dissertação. O candidato deve enriquecer seu texto usando conectivos para que a argumentação seja construída de maneira clara e lógica.

Apresentação de proposta para solução do problema

A última competência que compõe a nota da redação do ENEM é a elaboração de proposta de solução para o problema apresentado no enunciado. Importante ressaltar que é um pressuposto para a solução o respeito à diversidade sociocultural e aos direitos humanos.

O texto dissertativo-argumentativo requer pensamento crítico do aluno, reflexão, e a criação de um ponto de vista. Isso quer dizer que o candidato vai tratar de um tema sensível para a sociedade e deve pensar em possibilidades de solução, mudança ou redução dos problemas. 

Para intervir em um problema social, a proposta da redação deverá indicar soluções que sejam possíveis e estejam de acordo com uma visão de cidadania, valores humanos e respeito à diversidade. 

Aqui, vale uma ressalva muito importante: incitar violência, praticar discriminação ou qualquer outra conduta que viole os pressupostos dessa competência levará à nota zero. Estudar direitos humanos, formas de combate à discriminação e políticas públicas de inclusão é uma boa maneira de entender quais tipos de propostas serão consideradas satisfatórias pelo avaliador. 

Níveis

Ao analisar o cumprimento de cada competência, o avaliador chegará a uma conclusão que pode ser:

  • desclassificação: nota zero na competência avaliada;
  • desempenho precário: 40 pontos;
  • resultado insuficiente: 80 pontos;
  • execução mediana: 120 pontos;
  • performance boa: 160 pontos;
  • atendimento a todos os requisitos da competência: 200 pontos. 

A avaliação de cada redação é feita por dois professores. A nota final será a média aritmética das notas totais dadas pelos professores na redação. Caso seja identificada a existência de discrepâncias ou divergências muito grandes, haverá a inclusão de um terceiro avaliador para compor a nota. Se persistir a dúvida, pode ser determinada uma nova banca avaliadora de três professores, para buscar uma convergência entre os professores e não prejudicar o candidato por questões subjetivas.

Aperfeiçoar a redação requer muito treino. Quanto mais intimidade o estudante tiver com a forma e as exigências de conteúdo do ENEM, melhor será seu resultado. Assim, tirar uma boa nota da redação do ENEM envolve conhecimento, estratégia e muita prática de redação voltada para o exame. Com a orientação adequada, é possível chegar lá!

Gostou do artigo? Aproveite para se manter em dia com as notícias do ENEM e dos vestibulares em sua timeline! Siga-nos em nossa fanpage do Facebook!

Posts relacionados

Deixe um comentário