Redação Nota 1000
-->
Postado: 13 de julho de 2016|Nenhum Comentário

A dissertação é um dos gêneros mais cobrados nas provas de redação dos vestibulares brasileiros. Também por isso é um dos tipos de texto que mais traz dores de cabeça para os alunos do último ano do Ensino Médio e de cursos pré-vestibulares. Argumento, ponto de vista, tópico frasal, proposta de intervenção, coesão, coerência, etc., são diversos os cuidados que o redator de um texto dissertativo-argumentativo deve levar em conta para conseguir um bom resultado e, quem sabe, a tão sonhada aprovação.

Nesse tipo de texto, o objetivo é convencer o leitor da validade do ponto de vista do autor, por meio de fatos e argumentos. Dessa forma, podemos dizer que a argumentação pressupõe, necessariamente, opiniões diferentes. Afinal, de que adiantaria argumentar a respeito de algo que todos estão convencidos? Por exemplo, valeria a pena defender a ideia de que seres vivos são mortais?

Um bom texto sempre parte de um bom planejamento. Sem ele, a redação pode ficar confusa; o leitor tropeça pelo caminho e pode se cansar, até mesmo deixar a leitura de lado. Por isso, antes de começar a escrever, você deve pensar na organização do texto e planejar a sua redação. Comece por definir qual o seu ponto de vista sobre o assunto; isso será o seu guia. Depois, tente resumir sua tese (tese = ponto de vista) em uma frase e escreva esta frase (você provavelmente irá utilizá-la na introdução). Em seguida, selecione ao menos dois argumentos para defender o seu ponto de vista e, se for o caso, selecione também um contra-argumento, o qual você deverá invalidar no decorrer da redação. Pense e defina a ordem da exposição desses argumentos. Por fim, pense em como você irá finalizar seu texto, pois toda a sua redação deverá desembocar na conclusão. Com base em seus argumentos, elabore uma proposta de intervenção (no caso do ENEM).

Abaixo, veja um resumo das partes da dissertação argumentativa para orientar o seu planejamento. Essa estrutura, conhecida como padrão, não é obrigatória, claro, mas é muito bem-vinda para ajudar na organização do texto e evitar alguns erros graves, como falhas na adequação ao gênero proposto.

  1. Introdução:

Um parágrafo com uma afirmativa, suficientemente clara e limitada. Deve conter o tema e o ponto de vista e não deve apresentar, ainda, nenhum argumento ou fato.

  1. Desenvolvimento:

Ao menos dois parágrafos (e no máximo quatro) com argumentos em defesa do ponto de vista. Esses parágrafos devem conter fatos, exemplos, dados estatísticos, testemunhos, etc. De preferência, exponha um argumento por parágrafo.

  1. Conclusão

Retomada do ponto de vista e síntese de como os argumentos o comprovam. Proposta de intervenção social (no caso do ENEM) que se relacione aos argumentos apresentados.

Depois de planejar o seu texto, é hora de começar a escrever a redação propriamente dita! Nas próximas semanas discutiremos cada uma destas três partes. Você vai ver que logo logo estará escrevendo uma redação nota 10; 10 não, uma redação nota 1.000!


Tags:, , ,


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *