Redação Nota 1000
-->
Postado: 22 de novembro de 2016|Nenhum Comentário

Semana de 13  a 20 de Novembro

Invasão de venezuelanos fugindo de crise no país provoca caos em Roraima

Cerca de 30 mil venezuelanos deixaram o país devido à crise de abastecimento. Aos 28 anos, Enrique Rafael Diaz trocou a sala de aula na Venezuela por um semáforo em Boa Vista, Roraima. “Estou tentando só uma vida melhor, Não há comida lá. Tentei ajudar numa construção e ainda machuquei a mão”, afirmou Diaz. Ele é um dos imigrantes que inflaram os atendimentos no Estado. O impacto é sentido também na educação.

Clique para saber mais

venee

 

Prisão de Garotinho gera pedido de segurança para promotores e juízes

Um dos promotores responsáveis pelas investigações que resultaram na prisão do ex-governador Anthony Garotinho, afirmou ter sofrido ameaças. A partir de então, o procurador regional eleitoral, Sidney Madruga, pediu à Polícia Federal urgência no reforço da segurança de juízes e promotores. Madruga contou que as ameaças ao servidor ocorreram por meio de ligações. Agora, o caso está sendo investigado e já foi comunicado a outros órgãos. A defesa de Garotinho negou todas as acusações e informou que vai representar contra o juiz por crime de denunciação caluniosa.

Clique para saber mais

garotinho

 

Obama pede ao mundo para dar tempo a Trump e não supor o pior

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, pede aos cidadãos preocupados para não tirarem conclusões negativas de Donald Trump. “Minha principal mensagem a vocês e a mensagem que dei na Europa é que não suponham o pior”, disse Obama no Peru. “Esperem até que a administração esteja em andamento, até que esteja de fato montando suas políticas, e aí vocês podem fazer seus julgamentos sobre se são ou não consistentes com o interesse da comunidade internacional em viver em paz e prosperidade juntos.”

Clique para saber mais

 

obama

 

Por que Vladimir Putin está mais poderoso que na semana passada

O presidente da Rússia é um líder mundial ambicioso, que entende muito bem o jogo da geopolítica global com interesses que vão além das fronteiras do seu país. Entre os aliados de Putin, podemos destacar o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, o sírio Bashar al-Assad e, mais recentemente, o primeiro-ministro da Turquia, Recep Tayyip Erdogan.

Inclusive, depois do resultado da eleição presidencial dos Estados Unidos, espera-se que essa lista aumente. O presidente eleito toma posse em 20 de janeiro, mas Putin não demorou mais de dez minutos para enviar um telegrama de felicitações. “A Rússia está pronta e deseja restabelecer completamente suas relações com os Estados Unidos”, afirmou o mandatário russo sobre a vitória de Trump

Clique para saber mais

putin

 

 


Tags:,


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *