Redação Nota 1000
-->
Postado: 23 de fevereiro de 2018|Nenhum Comentário

De acordo com o dicionário:

Repertório
substantivo masculino

  1. disposição de assuntos em ordem que facilita encontrá-los.
  2. título de certas coletâneas.
  3. o conjunto das peças teatrais ou das composições musicais pertencentes a um determinado autor, ou a uma época, uma escola etc.
    – C
    onjunto das peças que já foram apresentadas por uma companhia teatral ou que estão sendo remontadas periodicamente, ou que foram escolhidas para montagens futuras.
  4. conjunto de músicas interpretadas ou executadas por um cantor, um instrumentista, uma orquestra etc.
  5. conjunto dos papéis interpretados por um ator ou uma atriz.
  6. conjunto das peças executadas em um concerto.
  7. fig. conjunto de conhecimentos.
  8. jur reunião de publicações de leis, jurisprudências e pareceres.

Assim como a própria definição, repertório é todo o conteúdo que você consegue reunir para escrever sobre algum assunto. O repertório é de extrema importância para qualquer tipo de texto. A partir dele temos argumentos para poder validar ou refutar qualquer situação que a proposta nos dê.
Existem provas que pedem proposta de intervenção, outras fatores pró e contra e para todos esses precisamos ter algum conhecimento prévio do assunto citado ou que permeie a ideia central do tema.

A construção de repertório deve vir de diversas fontes, tanto você concordando ou discordando. O conhecimento sobre as atualidades do mundo, outras matérias escolares e citações de filósofos ou artistas/obras ajuda a rechear sua produção.

Então, como você pode conquistar esses pontos extras?

  • Veja diferentes tipos de textos em diferentes mídias (jornal, revistas, internet, tv);
  • Assista filmes que não seriam os que você veria normalmente, especialmente documentários e os clássicos;
  • Observe comportamento de pessoas e comunidades;
  • Experiências que você tem na escola;
  • Respeitar as diferentes culturas;
  • Músicas de períodos importantes como ditadura, tropicalismo, contracultura e de festas regionais.

Bons Estudos!



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *